sábado, 31 de março de 2012

Resenha do Filme Diamante de Sangue


Universidade Estadual da Bahia
Faculdade de Ciências Contábeis
Curso: Ciências Contábeis
DCHT – Campus XIX
Disciplina: Português Instrumental
Prof. ª: Lucia Leiro
Aluno: Tiago Silva da Hora Souza
Data: 26/03/2012

Resenha

Referências:
Diamante de Sangue. Co-Produção de Edward Zwick. Estados Unidos. Warnerbros, 2006. DVD (143 min.), Winsdescreen, color.
Credenciais do Autor:
Edward Zwick nascido em Chicago, 1952, diretor de cinema americano graduado em literatura na Universidade de Harvard. Em 1975, Zwick foi aceito como associado no American Film Institute (AFI). Em 1980, ele recebeu a primeira indicação para o Emmy, pelo trabalho como produtor em Family. Seu primeiro filme foi “O que aconteceu ontem a noite” em 1986. É um premiado diretor, produtor e roteirista. Ganhou um Oscar e um BAFTA pelo trabalho no filme vencedor do Oscar Shakespeare Apaixonado e recebeu uma indicação para o Oscar de Melhor Filme por Traffic, de Steven Soderbergh. Ele recebeu uma indicação para o Globo de Ouro de Melhor Diretor por seu segundo filme, de 1989, o drama Tempo de Glória. Zwick também foi indicado para o Globo de Ouro pela direção de Lendas da Paixão. Mais recentemente ele dirigiu, co-escreveu e produziu o épico histórico “O Último Samurai”, pelo qual ganhou o National Board of Review Award de Melhor Diretor. Mas também obteve outras premiações que foram de grande importância.
Resumo:
Diamante de Sangue conta a história de Danny Archer (Leonardo DiCaprio), um ex- mercenário do Zimbábue e Solomon Vandy (Djimon Hounson), um pescador da etnia Mende, que se conhecem durante a guerra civil que dominou Serra Leoa na década de 90. Solomon Vandy vê sua família ser separada dele durante um ataque das Forças Revolucionarias Unidas- FRU a sua aldeia que assassinou e mutilaram muitos. Ele é levado como prisioneiro para trabalhar na mineração de diamante.
A FRU tem como objetivo tomar o poder de Serra Leoa, e para financiar a guerra com o governo, trafica diamantes tirados da população escravizada. Durante o trabalho na mineração Solomon encontra um diamante rosa de alto valor e tenta esconde-lo, mas é surpreendido por um dos soldados da FRU e no momento que vai entregá-lo ocorre um ataque do governo a aquele campo da FRU. Então Solomon percebe que é sua chance de esconder o diamante e fugir. No instante da fuga ele é pego pelo governo e preso, ficando ainda mais distante de sua família. E seu filho Dia é recrutado para ser soldado da infantil da FRU.
Na prisão Solomon é reconhecido pelo soldado da FRU que passa ferido para a enfermaria perguntando onde ele escondeu o diamante. Então é ai que Danny Archer se interessa pela história do diamante o vendo como chance de saída do continente. Fora da prisão Danny faz uma proposta para Solomon, que em troca do diamante ele o ajuda a encontrar sua família. Solomon não acredita nele, mas sem alternativa aceita.
Em um bar de Serra Leoa Danny conhece Maddy Bowen (Jennifer Connelly) uma jornalista norte-americana que busca juntar o máximo de informações a respeito do contrabando dos diamantes de sangue para os países do ocidente. Maddy fica sabendo que Danny é contrabandista e vai a seu encontro a fim de obter as informações necessárias para a sua matéria reveladora e ele vê nela a forma de encontrar a família de Solomon. Então a trama começa.
A caminho do encontro do diamante, Maddy os leva até um acampamento de refugiados onde ele encontra sua família e ali fica sabendo que seu filho foi pego pela FRU. Dentro do território rebelde Solomon e seus amigos conhecem uma casa de crianças refugiadas fugidas dos ataques que apresentavam deficiências devido às mutilações sofridas. Ainda de partida para o diamante Solomon, Maddy e Danny chegam a um acampamento do exercito e Danny pede ajuda a seu amigo general para que ataque o território da FRU com seu comando com a desculpa de que dividira o diamante com ele.
Solomon e Danny vão a busca do diamante rosa sozinhos e no caminho Solomon encontra seu filho Dia, mas precisa se esconder para não ser morto. Ao chegar à aldeia da FRU, Solomon tenta resgatá-lo, mas ele tem uma reação estranha e não quer ir com ele o deixado ser pego pela FRU. No dia seguinte ocorre o ataque do exercito ao acampamento da FRU, promovendo a morte de centenas de soldados mirins. No entanto, em meio ao massacre Solomon consegue convencer Dia de ir com ele. Solomon é então obrigado a mostrar ao general onde escondeu o diamante rosa, mas em meio ao confronto consegue fugir levando o diamante. Danny leva um tiro e não resiste morrendo na fuga.
Com a ajuda de Maddy, Solomon tenta um acordo com um personagem muito influente para que ocorra a troca do diamante pela sua família e então consegue, dando a Maddy a reportagem preciosa, que revelou a corrupção e a matança por traz do diamante rosa em Serra Leoa, o “diamante de sangue”.
Análise:
Na década de 90, Serra Leoa passou por um dos maiores massacres da sua história. Instigados pelos interesses capitalistas externos que moveu os interesses internos do governo cheios de corrupção e abuso de poder, a guerra civil de Serra Leoa foi desencadeada pela fragilidade dos territórios africanos que se encontrava recém descolonizada gerando pouca resistência aos rebeldes da FRU que eram contra o governo. É nesse contexto que se passa a trama “diamante de sangue”, filme que demonstra sofrimento e morte de pessoas inocentes pela troca de um anel de noivado.
O filme em uma de suas cenas retrata uma fala de um dos soldados da FRU que diz: “A FRU libertou vocês. Não há mais mestre e escravo aqui”, no entanto não é isso que se vê. Munidos de discurso hipócrita dos colonizadores europeus, a FRU obriga seu povo a trabalhar como escravos os separando de suas famílias e os tratando com crueldade, pensando apenas em interesses próprios. Além de matar pessoas inocentes e mutilar os sobreviventes, os deixando incapacitados.
Em outro momento o filme mostra uma casa com crianças refugiadas que sobreviveram ao ataque dos “irmãos” da FRU, mas que ficaram com seqüelas irreversíveis como as mutilações e problemas psicológicos. Isso demonstra que mesmo em meio a tanto sofrimento é possível recomeçar, através da bondade de pessoas que procuram minimizar as dificuldades decorridas.  Isso também ocorre no final do filme que Solomon reencontra sua família e é considerado um vitorioso, podendo continuar sua vida.
Solomon um pescador inocente é ludibriado por Danny um anti-herói, para que reencontre o diamante rosa e o dê em troca de sua família. Danny instigado pela ânsia de ficar com o diamante ajuda Solomon a encontrar sua família, juntamente com Maddy. Sendo apenas no final do filme a beira da morte que ele reconhece que precisa ajudar Solomon sem interesse maior o entregando o diamante. Isso demonstra o quanto o sofrimento daquela terra pode alterar a vida e personalidade das pessoas, mas que no final das contas elas podem reconhecer suas essências e tomar uma atitude digna em meio a tanto derramamento de sangue por causa da ganância e assim sacrificar a sua vida para salvar a de Solomon e Dia.
O filme foi realizado em 2006 e como explicita no final do mesmo, Serra Leoa está em paz, mas que ainda existem 200 mil crianças soldados no país, ou seja, o país está longe de se encontrar em paz. Sabe-se que a guerra civil acabou, mas quantas crianças perderam seus pais e passaram a ser soldados mirins por comando da FRU que monopolizaram suas mentes para serem cruéis e não se importarem com o alheio. Que futuro essas crianças terão? Quantas mudanças psicológicas essas crianças sofreram? Um país inserido na pobreza com um IDH baixíssimo, que recebe ajuda humanitária de outros países, não conseguirá dar auxilio a essas crianças soldados que se não reintegradas a sociedade poderão comprometer a paz de Serra Leoa que tem suas fronteiras fragilizadas por confrontos.




Nenhum comentário:

Postar um comentário